Dicas de beleza Dicas de look Novidades Tendências

As principais tendências do Outono/ Inverno 2022

O mundo pós pandêmico entrando em guerra! Quais serão os novos cenários e o que esperar para a temporada de outono/ inverno 2022

Reprodução/ Pinterest

Depois de alguns invernos pandêmicos, nesta temporada as restrições já estão diminuindo e estamos voltando ao que podemos chamar de vida normal. Porém no dia 24 de Fevereiro fomos acordados com a triste notícia da invasão Russa na Ucrânia, momentos de angústia, insatisfação e empatia pelos refugiados do país. 

Como já dizia o escritor Mark Twain “A história não se repete, mas rima”. Diferente do cenário da 1ª e da 2ª Guerra Mundial, hoje o mundo se mostra contra os ataques à Ucrânia, com protestos e voluntários que se dispuseram a ajudar nesse momento. 

Os grandes conglomerados da moda – como o grupo LVMH – também se apresentaram contra a invasão na Ucrânia, suspendendo suas atividades no território Russo, além de fazerem doações significativas para a ONU em prol da ajuda aos refugiados. 

Todos esses acontecimentos tiveram um grande impacto nas semanas de moda que exibiram as tendências Outono/ Inverno 2022 e 2023. Dias antes dos primeiros ataques ao solo ucraniano, a influenciadora Polly Kyrychenko chegou na semana de moda de Milão com uma placa: `No war in Ukraine’. A mensagem logo se espalhou entre as fashionistas que fizeram homenagens usando as cores da bandeira do país nos principais eventos.

Reprodução/ Pinterest

O debate também esteve presente nos desfiles: Demna Gvasalia, diretor criativo da Balenciaga, – que vivenciou a experiência de ser refugiado durante a guerra na Geórgia nos anos 90 – usou a passarela para discutir os acontecimentos sociais, e fez uma linda homenagem recitando um poema ucraniano que dizia: “ O mundo deve focar no amor, porque a moda não é prioridade nesse momento.”

Não se sabe ao certo quais serão os impactos de todos esses acontecimentos, mas as pesquisas e as tendências outono/inverno 2022 mostram um possível cenário junto ao período pós-pandemia, a busca pela felicidade e volta à juventude que esteve presente nas passarelas, nas ruas e nas redes sociais. Vamos conferir? 

Os sinais comportamentais que impactam as tendências de consumo para o outono/inverno 2022

Em meio aos acontecimentos complexos dos últimos tempos, a busca pela fuga da realidade esteve presente em diversos setores econômicos e culturais. 

Reprodução/ Pinterest

A moda é o espírito do tempo em constante movimento e 100 anos após a primeira Guerra Mundial, voltamos a cenários parecidos. Estamos revivendo os anos loucos da década de 20; após os conflitos da época, surgiram os momentos de escapismo, sede por felicidade, entusiasmo e liberdade.

A época marcou o início da emancipação feminina e a quebra de antigos padrões – principalmente no guarda roupa feminino – as jovens dos anos 20 deixaram as anquinhas e os adornos da vestimenta Belle Époque, para se aventurar na rebeldia e independência das melindrosas, subestimando a tradicional conduta feminina, cortando os cabelos e abolindo os espartilhos.

Grandes acontecimentos históricos questionam o passado, auxiliam o desenvolvimento do pensar e deixam sua marca para que as futuras gerações vejam toda a evolução que a humanidade passou e ainda irá passar. Os anos loucos trouxeram a liberdade jovem e o início da emancipação feminina e 100 anos depois a história torna a se repetir, porém em outros contextos. A pauta da vez é a diversidade: social, cultural, religiosa, étnica e de gênero. 

Em uma das suas últimas falas, o design Virgil Abloh disse: “ Devemos olhar o mundo através dos olhos de uma criança ou adolescente. Só assim podemos superar e derrubar as opressões que nos impedem de evoluir.” Para compreendermos esses movimentos, precisamos olhar com os olhares jovens, onde existem mil possibilidades e sonhos, sem padrões sociais ou padrões de se vestir. 

Não é atoa que a incessante busca pela juventude esteve presente nas principais semanas de moda da temporada de inverno 2022. A volta dos 2000 foi o escapismo e o resgate que precisamos para resgatar a juventude sonhadora e assim conseguir entender com outros olhos as novas mudanças que estão surgindo. 

A moda é reflexo do comportamento social, e adere o zeitgest para as principais tendências outono/inverno 2022, envolvendo o revival dos anos loucos da década de 20, a moda displicente dos anos 2000, o estilo punk/rock, preppy e novas tecnologias que ajudam em um menor impacto ambiental a indústria fashion. 

MODELAGENS, PEÇAS E SHAPES

As modelagens aparecem em versões contraditórias no outono/ inverno 2022. Os shapes surgem volumosos com pelúcias e inflados com a estética pillow e a referência principal é a busca pelo conforto e acolhimento junto a ideia de ocupar espaço e sentir-se mais expressivo. 

Reprodução/ Pinterest

Sexy is back! Em contraponto, outra tendência que teve destaque e vai ganhar espaço é a sensualidade mais pronunciada- uma vez que o distanciamento social e falta de contato físico levou a sexualidade para outro patamar. Cintura marcada com corset, malhas e peças estilo segunda pele – bem ajustadas ao corpo, com recortes estratégicos, decotes diferenciados e até mesmo em comprimento mini – estão presentes nesta nova temporada, conferindo muita atitude nos outfits. 

  • Volumes inflados

O distanciamento social e a busca por pertencimento e vontade de ser visto no cenário pós-pandemia, traz à tona peças com ultra volumosas e cheias de informação de moda.

Combine com:

Os casacos ganham uma dose extra de personalidade com plumas, peles fake e enchimentos como as puffy jacket, que são combinadas com peças mais ajustadas ao corpo como as malhas e meias calças, deixando os casacos como protagonistas do look. 

Combine com:

Como bem sabemos, o inverno Brasileiro é completamente diferente do Hemisfério Norte, e devido a isso as peças chegam com menos camadas, feitas em tecidos mais leves e confortáveis para o nosso clima. Mas a estética glamourosa continua e a grande dica para arrebatar seu visual com maestria é investir em acessórios de correntes douradas, bolsas baguette e botas de plataforma. 

  • Ombros em evidência

Ao decorrer da história observamos que para a mulher ser reconhecida no mercado de trabalho ou em ambientes austeros, ela precisa se apoiar em vestimentas masculinizadas como os blazers, tecidos pesados e linhas retas. 

Combine com:

As grifes Prada e Valentino trouxeram para o outono/ inverno 2022 peças com ombros fortemente evidenciados, porém com um mix de elementos que resgatam a feminilidade com formas mais orgânicas, rendas, bordados, cintura marcada, cor de rosa, tudo com muita atitude e sex appeal.

Combine com:

A dica é equilibrar a silhueta: como o destaque está todo nos ombros, opte por peças mais ajustadas e neutras para finalizar o look. 

  • Assimetrias e recortes

A ousadia das formas inusitadas representa a busca pela quebra de regras convencionais: fendas, decotes, recortes e comprimentos mini marcam a volta do sexy nas principais semanas de moda do mundo. Os olhares se voltam para a valorização do feminino, moldando a mulher moderna, poderosa e cheia de atitude. 

Combine com:

Assim como na década de 20, o desejo de liberdade traz a intensidade na hora do vestir, deixando pele à mostra em lugares inusitados para looks de muita atitude! 

Combine com:

O truque para equilibrar o visual, é criar um contraponto com peças robustas como os calçados tratorados e casacos pesados. Invista no vestido míni de manga longa com recortes pelo corpo, combinado meia calça e os mocassim tratorado nos pés, arremate o look com o trench coat e uma make de tirar o fôlego.

  • Cintura marcada

Depois de longas temporadas com a silhueta oversized, o ciclo da moda traz à tona a volta da cintura marcada, peças mais ajustadas ao corpo e os ombros em evidência, chamado de Power Shape. Como já dissemos anteriormente, essa temporada é marcada pelas faces do feminino, o empoderado e o delicado.

Combine com:

O Power Shape apareceu em 90% dos principais desfiles, como Balenciaga, Bottega Veneta, Stella Mccartney e Saint Laurent. As modelagens variam desde os blazers e jaquetas bomber com a cintura marcada até vestidos, camisetas e moletons. 

Combine com:

O protagonista dessa trend é o corset, que retorna ao mainstream em propostas atualizadas unindo delicadeza e atitude, criando visuais autênticos para todos os estilos e formatos de corpos. O corset aparece em sobreposições e também em peças únicas.

  • Decotes criativos

Já foi o tempo em que a temporada era marcada por um único tipo de decote: neste outono/ inverno 2022 os formatos extrapolaram todos os limites e seguem evidenciando o colo feminino de uma maneira sexy e criativa. As opções variam entre ondas, cavados, assimétricos, formato coração e muitos outros estilos.

Combine com:

Inspire-se no ícone Jade Picon do BBB 22 e escolha o top estilo corset com o decote formato coração combinado com calça pantalona e botas nos pés. Os acessórios elevam ainda mais o look: brincos de strass ou acessórios de correntes encerram o outfit.

  • Utilitarismo ( Jaqueta bomber, calça cargo)

O utilitarismo continua em alta principalmente entre a geração Z com a inspiração no  skateboard, hip hop e todo o universo streetwear. A versatilidade das peças e as referências militares e esportivas conquistam o coração de quem não abre mão de peças funcionais e estilosas.

Combine com:

Bolsos, regulagens, cordões e fivelas ganham novas roupagens, aparecendo em couro, sarja e claro o jeans. As camisas estilo shacket, coletes com bolsos frontais, jaquetas bomber e calças cargo em versões como pantalona, retas ou jogger ganham destaque na estação. 

  • Alfaiataria esportiva

Os ternos rompem de vez os costumes tradicionais e se unem ao universo esportivo. A rigidez dos trajes masculinos está se tornando mais leve e fluida – inclusive na moda masculina – conferindo novos olhares e novas interpretações sobre a alfaiataria para a cena fashion. 

Combine com:

O destaque da collab entre Gucci x Adidas – que se tornou desejo entre os fashionistas – com croppeds canelados junto às calças de alfaiataria com tênis, bonés, bucket hat e vestidos ajustados junto ao corset em uma versão esportiva.

  • Estilo Preppy

Séries estudantis que seguem em alta nas plataformas de streaming como Elite, Rebelde e Gossip Girls, ajudaram a emplacar a estética preppy e a conquistar o seu espaço na temporada. 

O visual estudantil americano está repaginado e se torna destaque da temporada em vários sentidos. A estética chamada pelos jovens da geração Z de #oldmoney, garante peças com gola alta, saia com pregas ou plissadas, suéteres, coletes, cardigans, xadrez e claro as meias ¾. 

Combine com:

Para quem acompanha as trends de moda pelo Instagram já deve ter visto o conjunto college de mini saia e camisa polo lançada pela Miu Miu. O conjunto foi usado por várias idades e corpos e desta vez a grife relança as peças para versão inverno.

  • Cintura baixa

A mais temida das tendências, a cintura baixa está de volta! A moda é um ciclo, onde tudo é revisitado. Depois de anos da soberania da cintura alta, o retorno dos anos 2000 resgatou a cintura baixa, porém em novas propostas. Desta vez a modelagem não chega a ser tão baixa – ficando entre três dedos abaixo do umbigo – com o shape mais solto, evitando a deformação do corpo. 

Combine com:

A cintura baixa e a barriga de fora foram os destaques nos desfiles da Blumarine e Miu Miu, mas a questão que ficou é que apenas mulheres com barrigas negativas estavam nas passarelas. Issou levantou o questionamento de que será que a moda realmente é para todos? Ou ainda estamos seguindo a ditadura da magreza?

O que realmente importa é usarmos a moda a nosso favor e nos vestirmos para nos sentirmos bem. Por isso usufrua apenas do que faz parte do seu estilo e te que te traga confiança para arrasar!

CORES INVERNO 2022

As cores carregam informações que podem atuar de maneiras positivas nas nossas emoções. 

Reprodução/ Pinterest

Em meio às situações difíceis que estamos enfrentando, os tons criativos e enérgicos servem como escapismo da realidade. O colorido continua reinando até mesmo na estação mais fria do ano, a busca por celebrações, felicidade e entusiasmo sobressaem os tons neutros e clássicos do inverno, criando composições cheias de energia e criatividade.

  • Marrom Cacau – Tons terrosos

O marrom é uma cor que agrada a poucos no mundo da moda, ficando sempre em segundo plano sendo combinada com o preto, azul ou branco. 

Combine com:

Mas nesta temporada a cor ganha o seu protagonismo e surge em tonalidades mais quentes, escuras e refinadas, lembrando o chocolate cacau 100% natural.

O cacau veste trench coats e calças de couro, botas, tricôs e jaquetas em composições nada básicas, exalando sofisticação e poder. 

  • Rosa PP – Pink Valentino

O diretor criativo da Valentino – Pierpaolo Piccioli – é referência quando o assunto é combinação de cores. O designer se juntou a Pantone para juntos desenvolverem uma cor tecnológica e criativa que expresse os desejos da juventude, principalmente quando o assunto é Metaverso.

O Pink PP é descrito como tom de liberdade, individualidade, curiosidade e inovação, prometendo ser uma das maiores tendências da temporada. A cor dominou o street style das semanas de moda da Europa, vestindo personalidades como a Zendaya, que optou pelo terninho rosa para conferir os desfiles. 

Combine com:

Mas não é apenas o Pink PP que está em alta, outras tonalidades de rosa também seguem em evidência no mundo fashion. Elsa Schiaparelli, criadora do clássico rosa choque nos anos 30 – que revolucionou a moda – também volta a apostar na cor neste outono/ inverno 2022, recordando as raízes do sucesso da marca.

  • Vermelho alaranjado

A visionária Gloria Groove já tinha nos avisado que “vermelho” se tornaria sucesso absoluto, e na moda não foi diferente. Historicamente a tonalidade é associada ao perigo, ao poder e a sensualidade que está de volta à cena fashion, para produzir looks de tirar o fôlego.

Combine com:

O vermelho desta vez é mais quente, com toque alaranjado, intenso e apaixonante. Esse tom é ideal para produzir visuais mais dramáticos, provocantes e poderosos. Nas tendências de outono/ inverno 2022, a cor está presente em looks monocromáticos e principalmente no color blocking, sendo combinado principalmente com o rosa, azul e marrom.

  • Laranja 

Com certeza o laranja figura o top 3 das cores do verão, transmitindo alegria, entusiasmo e sociabilidade. A energia da tonalidade quente continua no inverno em tom mais fechado e intimista, trazendo a mensagem de conforto e acolhimento.

Combine com:

O laranja aparece em diversas composições, desde os monocromáticos, combinados com rosa, azul, roxo mas dessa vez o match é entre a cor quente com os tons terrosos, sendo a peça de destaque do visual.  

  • Very Peri – Violeta

De acordo com os estudos da Pantone – especialista em pesquisa de cores – a cor do ano 2022 é o Very Peri. O mix entre o azul e o vermelho deu origem ao tom de violeta acinzentado, trazendo a sensação de equilíbrio, confiança e otimismo para dias melhores.

O Very Peri invadiu o street style e está fazendo parte de produções para lá de fashionistas: a cor está presente nas roupas, sapatos, nails art e até mesmo na maquiagem.

Combine com:

BLUSA CROPPED ABELLE I – ANDREA BOGOSIAN – R$ 227,00

Para desfrutar do tom violeta a dica é combiná-la com tons neutros como branco, nude ou preto, caso queira investir em looks criativos a dica é apostar em tons complementares como o verde menta ou amarelo manteiga.

Para saber mais sobre a cor do ano 2022, confira nossa matéria completa sobre o Very Peri, clicando aqui!

  • Azul Intenso

Vibrante e cheio de energia, o tom da vez lembra o azul royal, mas com um toque de modernidade e confiança. Presente em diversos desfiles da temporada, a cor está em peças criativas e modernas, conferindo um ar jovial e descontraído à produção. 

Combine com:

O azul intenso é o protagonista do visual, seja na bolsa, nos acessórios ou em uma peça de roupa. Ele tem o poder de tirar qualquer look do básico, trazendo atitude e muita informação de moda .

  • Azul turquesa

O vibrante azul turquesa esteve em destaque nas semanas de moda, a cor enérgica que remete ao céu, ao mar e ao verão, desta vez está presente em looks invernais conferindo energia com muito estilo. 

Combine com:

A tonalidade aparece em diversos tecidos, couro, acrílico, pelúcia compondo produções monocromáticas com blazers e calça de alfaiataria e também em composições de cores complementares principalmente entre o turquesa e o laranja.

  • Verde Bandeira 

O verde bandeira ou verde esmeralda ganhou destaque nos últimos tempos graças ao designer Daniel Lee que na sua passagem pela Bottega Veneta alavancou a cor se tornando marca registrada da Bottega.

Combine com:

O tom cheio de brasilidade – presente na bandeira do Brasil – traz uma conexão profunda com a natureza que é nossa maior riqueza no solo tupiniquim. Não é atoa que a Pantone nomeou a cor como Amazon referência a Amazônia, nos lembrando que mais do que nunca precisamos voltar nossos olhos para a natureza e cuidar da nossa terra, do ar e das águas. 

  • Metálicos

Diferente do que vimos na moda dos anos 60 de courreges e a sua fixação pelo futurismo entre viagens para outros planetas, robôs e contato extraterrestre, as tendências outono/ inverno 2022 mostram que o futuro é agora e mais do que nunca precisamos pensar em ações que amenizem os nossos impactos no futuro.

Combine com:

A busca pelos astros, estrelas, descobertas espaciais e pensamentos de como a tecnologia pode ajudar a moda com tecidos inteligentes, trazem a estética futurista ainda mais forte,  comunicando que as nossas ações hoje, resultam no nosso futuro. Dior, Balmain e Céline apostaram suas fichas em detalhes metalizados, calças e macacões modernizados dos astronautas e acessórios como cintos e bolsas nos tons brilhantes.

PADRONAGENS 

O revival dos anos 90 e 2000 está por todos os lados, inclusive nas estampas para as tendências outono/ inverno 2022

Reprodução/ Pinterest

Combine com:

O escapismo e a busca pela juventude que a época traz, fizeram com que os tradicionais xadrez oferecessem o seu lugar para as prints psicodélicas, mix de animal print, paisley e até mesmo os quadriculados, porém em propostas coloridas e nada óbvias. 

  • Psicodélicas  – Ilusão de Óptica

Jean Paul Gaultier foi uns dos primeiros a popularizar as estampas com os efeitos de ilusão de óptica no mundo. Os formatos orgânicos, contornando o corpo em linhas distorcidas e fora de padrão foi o grande sucesso da marca nos anos 90. 

Combine com:

As marcas que possuem o DNA jovial que conversam com a geração Z resgataram a estética e trouxeram um toque moderno para a temporada 2022. Nos desfiles das grifes Y/Project e Lowell, as estampas psicodélicas estão presentes em vestidos em malhas, bodys, calças e blazers.

No Brasil quem começou a trazer a tendências foi a Anitta em shows e videoclipes, mas quem popularizou a ilusão de óticas nas roupas foi a ex-BBB Jade Picon com seus looks babadeiros dentro da casa mais vigiada do Brasil. 

  • Xadrez em diferentes estilos

Os axadrezados tradicionais e alinhados vão ficar de fora nessa temporada, para dar espaço ao xadrez mais descontraído e criativo como o vichy colorido, o famoso xadrez das Patricinhas de Beverly Hills, e o mix de estilos entre príncipe de gales e o pied-de-poulé em shapes desalinhados. 

A estampa também aparece em versões inspiradas no estilo dark/ punk que segue em alta na temporada.

Combine com:

Donatella Versace trouxe sua interpretação do estilo em uma mulher moderna, que foge dos padrões da sociedade e ao mesmo tempo é sofisticada com os conjuntos de blazer e mini saia xadrez junto a meia calça e botas. 

  • Animal Print

A selva extrapolou seu habitat natural e conquistou as ruas e as passarelas dos principais desfiles da temporada. Além das onças, o animal print desta vez conta com estampas de zebra, cobra, vaca e tartaruga. 

Combine com:

As prints ainda aparecem coloridas e cheias de bossa, estampando mangas bufantes, camisas, casacos, vestidos e calçados. O animal print carrega muita informação, então para não ter erro na hora de montar o look, opte por peças neutras como uma calça em tons terrosos e botas pretas.

  • Paisley/ Bandana 

A estética boho das estampas paisley está em todo lugar, seja nas ruas ou nas passarelas. Referência dos anos 70, os desenhos simbolizam o contato com a natureza e ao mesmo tempo a rebeldia dos hippies, que fez seu revival nos anos 90 e está de volta com força total no inverno 22. A padronagem clássica das bandanas confere o ar descontraído, urbano e rebelde no outfit. 

Combine com:

A estampa das bandanas invadiu principalmente o streetwear, com camisas de patchwork, em detalhes no calçado, jaquetas puff, calças e até capinhas de celular. Para criar looks modernos e cheios de personalidade, aposte em uma peça chave como as jaquetas e deixe a base do look neutra para equilibrar o look, finalize com sandálias de salto para conferir um ar sofisticado e poderoso na produção. 

Para saber tudo sobre o universo das estampas, confira a matéria: As principais estampas da temporada Outono/ Inverno 2022.

TECIDOS, TEXTURAS E DESIGN DE SUPERFÍCIES

As texturas da temporada variam entre a busca pelo conforto e segurança com os acolchoados da estética pillow e as técnicas manuais do tricô. 

Reprodução/ Pinterest

Combine com:

Por outro lado, o isolamento social trouxe a busca por ser visto e notado com os brilhos, strass e paetês, junto a isso a valorização do movimento traz o revival da estética dos anos loucos em 1920 com franjas, plumas e muita exuberância. 

  • ANOS LOUCOS 20

O movimento anos loucos iniciou após a primeira guerra mundial, momento de escapismo onde ninguém mais queria ouvir sobre desastres e guerras. 

Combine com:

Conhecida também como era Hollywoodiana, onde os cinemas ganharam espaço junto ao sucesso do jazz, fazendo com que todos saíssem de casa, criando uma moda glamourosa com muito movimento, brilho e poder, marcando a libertação de antigos estereótipos femininos. 

  • Franjas/ Plumas

Com certeza as franjas das melindrosas e as plumas marcaram os anos 20, que volta com força total em 2022, com o mesmo propósito de antes: unir o glamour com a vontade de sair e ser visto, esquecendo todos os problemas e viver a vida sem regras, sem dúvidas. 

Combine com:

Os movimentos escapistas conferem looks exuberantes a la bon vivant, com muito brilho, strass, paetê junto ao movimento intrigante das plumas e franjas. 

  • Strass/ Paetê/ Brilho

De certa forma, os brilhos trazem uma resposta positiva sobre os últimos acontecimentos mundiais. A busca por visibilidade enfatiza a vontade de viver e aproveitar momentos importantes da nossa jornada na terra, marcando a importância da luz e da fé de cada ser humano no planeta. 

Combine com:

O holofote de luz chega nas roupas através de aplicações de franjas de strass, cintos de correntes, peças inteiras em paetê, metalizados, transparência e muito brilho. O truque para manter o equilíbrio no visual é trazer os elementos em peças em jeans, sarja ou alfaiataria. 

  • Patchwork

O patchwork volta a moda sendo muito mais do que uma estética descolada e criativa, o jogo de retalhos entre cores e texturas, representa  a união dos pedaços que foram reorganizados e reconstruídos fazendo uma analogia ao nosso retorno à normalidade e o dever de seguir em frente mais fortes e confiantes, após os últimos acontecimentos. 

Combine com:

A tendência  também traz uma importante questão: a moda sustentável e a reutilização de retalhos para criar novas peças. Marc Jacobs trouxe para o NY fashion week a estética new punk, junto com o upcycle de remendos de jeans antigos criando saias e texturas incríveis, levando a mensagem que após a destruição vem a regeneração e o nascer das cinzas depois dos tempos sombrios. 

A participante Lina do BBB 22 já foi vista usando a tendência dentro da casa com um conjunto de patchwork em jeans. O caos ordenado – ou nem tanto – de estampas, cores, formatos e texturas cria uma visão autêntica que vem conquistando principalmente os jovens, mas nas modelagens certas, a trend pode agradar a todos os estilos. 

  • Vinil/ Látex

O material emborrachado revestido por uma camada de brilho, marcou presença nos desfiles de outono/ inverno 2022. O látex traz referências ao ‘não look’ que virou o look nos anos 80 com o estilo punk/ rocker. A vontade de ser diferente e contra a moda, criou uma estética de rebeldia e atitude que marcou a década.

Combine com:

O látex está presente em leggings, botas, casacos com ombreiras, trench coat, bolsas e muitos outros acessórios que conferem a atitude do dna punk, com uma pitada de sensualidade e muita personalidade.

  • Jeans com Jeans

A volta dos anos 2000, traz a atmosfera nostálgica de volta a moda e com isso a combinação de jeans com jeans – sucesso da década – está de volta em versões modernas, com muita personalidade. As peças aparecem com calças cargo, corset, tops, tênis, croppeds, tudo em denim. 

Combine com:

Quem se lembra do icônico look da Britney Spears e Justin Timberlake? A Diesel recriou a essência do look total jeans com uma pegada ainda mais sexy, com barriga de fora e muito strass que foi usado por Dua Lipa nas semanas de moda. 

O denim pertence ao mundo casual e street, então para que as peças estejam carregadas de brilho e sensualidade, precisa existir um equilíbrio que permite que o jeans possa ser usado em diversas ocasiões, principalmente para a geração K2Y que resgatou a memória de infância para recriar looks à la Britney em 2022. 

  • Couro texturizado

Clássico do inverno, o shape estruturado do couro aparece revitalizado com a textura croco nas tendências outono/ inverno 2022. A textura reveste blazers, trench coats, calças e botas para criar visuais dramáticos e cheios de personalidade.

Combine com:

O couro texturizado é versátil e pode ser usado em inúmeras composições, com tricôs slingback, ou para propostas modernas a camisa cropped com a calça reta e o Nike Jordan nos pés. 

  • Tricô

A valorização da estética handmade fez sucesso no verão com o crochê, e o sucesso continua nesta  temporada: cardigans, pullovers e golas altas são os protagonistas da vez, deixando os looks aquecidos e estilosos. 

Combine com:

A textura comfy traz a segurança de um abraço de avó que é tudo que precisamos para encarar as realidades difíceis. O tricô pode ser combinado com peças mais sofisticadas, como as calças de couro ou blazer de alfaiataria. 

  • Malha canelada 

A malha é um dos tecidos mais antigos do mundo, o entrelace de um único fio faz com que o tecido se torne maleável para esticar e se ajustar no corpo. A malha canelada foi introduzida no universo esportivo exatamente pelo conforto e bem estar que ela proporciona.

Combine com:

A malha canelada ficou conhecida nos anos 90 em versões básicas como segunda pele, e teve o seu retorno a alguns anos atrás graças à Kim Kardashian e seus vestidos colados no corpo. A tendência desta vez surge em cores enérgicas como rosa, verde lima, azul e  estampadas seguindo uma linha sport chic, sendo combinada com calças de alfaiataria e blazers. 

  • Plissado

O plissado é um conjunto de técnicas de dobraduras nos tecidos, para criar vincos e assim conferir mais volume nas saias e vestidos. A textura inspirou e se tornou parte do New Look da Dior após a segunda guerra mundial nos anos 40, resgatando a feminilidade e a delicadeza para o guarda roupa feminino que foi perdido pela vestimenta militar.

Combine com:

A tendência aparece em duas versões: a primeira é o retorno da textura, que em 1990 foi adaptada para os uniformes das escolas de classe alta dos Estados Unidos, criando a estética college de patricinhas de beverly hills, que voltam à cena fashion trazendo o apelo jovial, apelidada pela geração K2Y como preppy.

A segunda é trazer o perfume romântico das saias plissadas, em versões coloridas e valorizando a silhueta feminina em visuais mais rígidos e sóbrios. 

  • Peles 

As peles são os clássicos dos dias mais frios, mas nesta temporada grandes conglomerados da moda aboliram os uso de peles de animais e adotaram as versões sintéticas. 

Combine com:

O grande destaque é a pele de carneiro fake colorido, a textura aconchegante confere um ar descolado e criativo ao visual. 

Leia também a matéria completa sobre a temporada de texturas e a valorização do toque em 2022.

RESGATE ANOS 2000 NOS ACESSÓRIOS INVERNO 2022

A moda é um ciclo, e tudo o que já foi tendência um dia pode voltar mais cedo ou mais tarde. Como já falamos antes, os olhares da moda estão voltados para quando éramos jovens e cheios de sonhos. 

Reprodução/ Pinterest

A estética dos anos 2000 fica ainda mais evidenciada nos acessórios com as clássicas piranhas no cabelo, bucket hat e claro que não poderia faltar as amadas bolsas baguette.

  • Bucket Hat

O bucket hat, originalmente conhecido como chapéu de pescador, foi criado a mais de cem anos para proteção dos pescadores em alto mar. O item foi resgatado nos anos 90/2000 pelos skatistas e rappers se tornando peça chave no streetwear por ser prático e protegê-los do sol durante as manobras no park, ramp ou street.

Combine com:

Com o passar dos anos, a cultura de rua passou a ser menos descriminalizada, se tornando um refúgio para os jovens de classe baixa, principalmente com visibilidade do skateboard. Grandes ícones do movimento streetwear como 2Pac, Sabotage e o Charlie Brown Jr aqui no Brasil, se tornaram referência para os adolescentes vivenciarem a dificuldade e o preconceito com outros olhos, gerando confiança e liberdade para criarem suas histórias. 

O hype do streetwear nos dias atuais, promoveu a visibilidade dos atletas do skate que trouxeram o bucket hat de volta à cena fashion. O acessório ganhou destaque no verão e promete ser hit no inverno. Principalmente por ser um dos protagonistas no BBB 22, a versão pop aparece em diversas cores, estampas e materiais, indo desde o couro, acrílico até o patchwork.

  • Luvas 

As luvas carregam o glamour e sensualidade noturna, acessório característico das melindrosas dos anos 20 – já falamos sobre seu retorno. A pandemia trouxe a necessidade de cuidados e limpeza das mãos, fazendo com que as vendas das luvas fossem as alturas. Juntando o dever sanitário com a vontade de sair e voltar aos ambientes festivos, fez com que as luvas voltassem a ser itens atrativos nos outfits.

O item ultrapassou os limites das vestimentas festivas, para compor looks urbanos, dramáticos e cheios de estilo, aparecendo em diversos materiais como o couro, paetê, tricot, além de inúmeras cores e estampas. A cantora Olivia Rodrigo já se apropriou do acessório fashionista em seu clipe Good For U, Marina Ruy Barbosa estreou as luvas no Paris Fashion Week e a Pabllo Vittar também já foi vista usando em um dos seus shows.

  • Cintos de corrente/ strass

Conhecidos também como chain belts ou body chains, os cintos de correntes voltam aos holofotes da moda após 20 anos. A correntaria está em alta há algumas temporadas representando a união para enfrentar os dias difíceis, e para as tendências outono/ inverno 2022 o item se apresenta nos cintos em uma vibe anos 2000. 

Combine com:

O acessório pode conter uma ou várias correntes combinados com strass e pingentes. Para não errar na produção, invista em um look básico com jeans preto e camisa e bota western, a tendência promete tirar o visual do óbvio, garantindo uma dose de personalidade no look.

  • Presilhas/ Piranha cabelo

As piranhas fazem o seu comeback! Ame ou as odeie, mas com o sucesso dos anos 2000 toda a sua estética está de volta.

Combine com:

A praticidade do acessório já salvou muitas mulheres na correria e em dias de bad hair, desta vez as piranhas retornam às ruas com shapes mais delicados, douradas ou em acrílico com a estampa de tartaruga, conferindo um ar descontraído ao visual. 

  • Bolsa baguete

A icônica bolsa baguette foi criada por Silvia Venturini Fendi em 1997, com o propósito de ser prática, estilosa e fácil de carregar, inspirada nas bolsas vintage de 1920 e 1930. Mas não para por aí, o acessório ganhou o nome em referência à maneira como os italianos fazem com as baguetes – levam embaixo do braço. 

Combine com:

Como as bolsas baguetes eram diferentes de tudo da época, o sucesso foi esplendoroso. O ícone fashion está de volta a 20 anos depois, conferindo praticidade e muito estilo aos outfits, podendo ser combinadas com vestidos ou calças wide leg com croppeds.

TOQUE SEXY ALIADO AO CONFORTO É A CHAVE PARA A TENDÊNCIA CALÇADOS INVERNO 2022

Reprodução/ Pinterest
  • Botas acima do joelho

As botas acima do joelho dominaram as passarelas das grifes Versace, Saint Laurent e Balenciaga. O calçado foi criado junto com a mini saia nos anos 60, sendo o marco para poder feminino, imprimindo sensualidade e muita personalidade.

A volta do sexy para moda, traz o retorno da bota cano longo e a over the knee como sucesso absoluto. O clássico renovado com com a mini saia com o calçado e casacos pesados, é a combinação hype entre as fashionistas. 

Combine com:

O calçado aparece em inúmeras versões do joelho para cima, em roupagens clássicas como couro e o stretch com canos longuíssimos. Depois de longas temporadas com as de cano curto, chegou a hora de renovar botas no outono/ inverno 2022 e produzir looks de tirar o fôlego.

  • Bota western 

Já podemos considerar a bota western como peça atemporal do guarda roupa feminino, o calçado referente ao estilo boho confere o equilíbrio perfeito entre o fashion, urbano e o conforto, sendo o protagonista de muitas produções. 

Combine com:

Na temporada outono/ inverno 2022, ela continua sendo peça chave dos looks modernos, mas como falamos anteriormente o modelo evolui para western high com o cano mais alongado chegando nos joelhos. 

  • Plataforma e Meia pat

Ícone setentista, as plataformas e meia pata já ensaiam a sua volta à cena fashion em outras temporadas, e se depender de Donatella Versace, elas prometem ser o hype da estação. Sucesso nos desfiles da grife italiana Versace, as plataformas ganham uma dose de estilo e voltam para ser hit pelas fashionistas. 

Combine com:

Elass aparecem principalmente no estilo ‘sapatinho Bratz’, mas no inverno a estética evolui para as botas, conferindo um visual mais pesado e com atitude, principalmente combinada com elementos do estilo punk/ rocker com meia calça, peças em couro, correntes e make preta. 

  • Mocassim

O mocassim deixou os shapes tradicionais e ressurge em versões modernas, com o solado tratorado, textura envernizada e bico arredondado. Um dos precursores da volta do calçado foi a Prada, que lançou sua versão atualizada com pontos de strass e aplicação de broches fazendo referência ao estilo preppy. Em pouco tempo o modelo se tornou o hit do momento. 

Combine com:

O calçado confere ares modernos e dramáticos ao visual, principalmente quando combinado com saias ou vestidos de comprimento mini, meias calças, blazer alongado e a bolsa baguete.

  • Tênis Nike Jordan

Desenvolvido por Michael Jordan em 1985, o calçado tornou- se o número 1 nas quadras de basquete. A parceria com o jovem atleta negro que ainda estava no início da carreira parecia perigosa por conta da elite estadunidense branca, sendo até mesmo proibido de ser usado nas quadras pela NBA, por violar as regras da liga. A proibição e destaque de Jordan nas quadras era tamanha que fez o tênis ser sucesso absoluto de vendas, tornando-se uma das principais referências do streetwear nos anos 90.

Combine com:

Como sabemos, a moda street que fortalece os movimentos culturais urbanos, está no seu ápice! A volta ao passado resgata referências históricas, trazendo visibilidade e aceitação ao que antes era discriminado. 

O Nike Jordan é uns dos principais símbolos do streetwear que foi resgatado pelos jovens em 2022, ultrapassando todas as regras da moda em propostas extremamente estilosas, sendo usado com alfaiataria, peças esportivas ou jeans.

DUALIDADE E ESCAPISMO NA MAQUIAGEM 2022

No mundo da beleza, o clima é de melancolia e sofisticação: a volta de elementos do estilo punk/ rocker foi marcante na maquiagem 2022 dos principais desfiles da temporada como Versace, Roberto Cavalli e Gucci. 

Reprodução/ Pinterest

Olhos pretos esfumados, lábios escuros e cílios inferiores à la Twiggy travam uma verdadeira batalha com visuais glamourosos cheios de brilho e coloridos, se estabelecendo como referência nas makes.

  • Clean look

A valorização da beleza natural continua em alta na próxima estação, com os rituais de skin care que circulam pelas redes sociais, trazendo a importância dos cuidados diários com a pele. Esse movimento faz com que as mulheres invistam em uma pele bem cuidada e optem por makes simples, rápidas e certeiras. 

Combine com:

A ideia é simples: depois de higienizar, tonificar e hidratar a pele, o clean look refere-se ao protetor solar com cor, pouco corretivo nas olheiras, gel de sobrancelha, máscara de cílios e queridinho versátil lip tint que pode ser usado nos lábios, maçãs do rosto e até nas pálpebras como sombra.

  • Traço marcado – delineados 

Os delineadores são a cereja do bolo de qualquer make, que faz com que os traços sejam reinventandos a cada temporada. 

Combine com:

Os delineados pretos ressurgem em formatos geométricos e nada óbvios, conferindo um ar dramático e cheio de personalidade ao visual. Os traços geométricos apareceram em peso nos desfiles da temporada, com a espessura mais grossa e estruturada, em formatos retos e bem marcados. 

  • Olhos pretos 

Os olhos pretos tiveram destaque na passarela com shapes borrados e desconstruídos, no melhor estilo fim de festa, inspirado na estética grunge/ dark dos anos 90/2000. Quem lembra das makes da Avril Lavigne ou da Hayley Williams? Então elas estão de volta!

Combine com:

O drama no olhar marca uma temporada de melancolia e catarse que é preciso para reorganizar nossas emoções na esperança de um futuro melhor. 

  • Lábios glossy

A volta do gloss não é novidade, mas neste ano o brilho labial aparece em contextos diferentes, surgindo com os lábios coloridos em vermelho, rosa e com muito glitter. 

Combine com:

Já em outro cenário, o gloss escuro esteve presente nos desfiles da Blumarine, Gucci e Versace em referência a estética dark, com a make básica e leve, deixando o destaque para os lábios.

  • Indie lise

Um movimento que está circulando no tik tok a tempos, são os tutoriais das maquiagens indie lise ou indie aesthetic. Queridíssima pelos Y2k, a make coloridíssima, cheia de elementos considerados infantis e com muita informação de moda referente aos anos 2000 marca o estilo da subcultura indiecore. 

Combine com:

Os olhos marcam o refúgio da realidade com muitas cores em neon, desenhos de nuvens, corações, flores e arco íris, ou seja, um mundo imaginário infantil  que traz o acolhimento para os jovens como forma de escapismo.

Dentro dessa onda, até mesmo a Jade Picon participante do BBB 22 usou a trend com delicados desenhos de corações. 

A IMPORTÂNCIA DOS DISCURSOS DA MODA SOBRE OS CENÁRIOS ATUAIS

“A moda não é algo que está apenas nos vestindo. A moda está no céu, na rua, a moda tem a ver com ideias, a maioria como vivemos e do que está acontecendo” 

Coco Chanel

As linguagens da moda falam sobre pessoas, estudos e pesquisas das tendências mostram o que é importante para nós no momento. Vivemos momentos no passado que interferiram no nosso presente e vão interferir no nosso futuro. Mas como compreender essas realidades? 

A pandemia e os últimos acontecimentos sociais não vão mudar as roupas. A pandemia remodelou as mentalidades, e essas novas mentalidades vão mudar os modos de relação com a moda e roupa.

Enfim, nossa mensagem final é para que você seja livre para viver a sua essência, utilizando a moda como base para a sua expressão, investindo em marcas que possuam a mesma ideologia e propósito que o seu.

ONDE ENCONTRAR AS TENDÊNCIAS OUTONO/INVERNO 2022

Qual das tendências outono/ inverno 2022 você vai aderir nessa temporada? Qual a sua opinião sobre todos os acontecimentos presentes na moda atualmente? Não perca tempo e aproveite o repertório completo de lojas e marcas incríveis que estão presentes na Paraíso Feminino. Atualize já o seu look na estação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *