Dicas de look Tendências

Estilo #4: moderno

Seja no mood vanguardista ou numa pegada mais urbana, as adeptas ao estilo moderno gostam de visuais de impacto, que marcam presença onde quer que seja

Também conhecido como dramático ou urbano, o estilo moderno é extremamente fashionista e vanguardista: tem gosto por usar peças e fazer combinações totalmente inusitadas, exageradas e que pode ser vista com certo estranhamento por quem não estiver por dentro das principais tendências de moda. E falando em moda, quem é adepta à maneira de se vestir, tem o radar ligado 24 horas por dia, durante os sete dias da semana em notícias sobre o mundo fashion e as personalidades mais influentes do meio.

Reprodução/ Pinterest

Há também uma maneira mais cotidiana de se incorporar o estilo moderno, usando peças com pegada cosmopolita, muito preto e branco e sobreposições mais imponentes, além de tecidos estruturados ou com texturas que trazem informação de moda aos visuais e os deixa zero monotonia.

Reprodução/ Pinterest

Geralmente, as adeptas ao estilo moderno são mulheres que trabalham direta ou indiretamente com design, arte, moda, arquitetura ou em áreas mais criativas no geral, pois ele tem uma atmosfera inovadora, que está completamente alinhada com pessoas que criam e buscam por coisas novas e diferentes, ou apenas com uma nova maneira de enxergá-las. As formas geométricas são de extrema importância para o estilo, e você poderá conferir as principais características logo mais!

Leia também: As tendências da primavera/verão 2021.

1. Características do estilo

  • Sensações

A primeira impressão que temos de uma mulher moderna é que ela tem personalidade marcante e demonstra uma posição um tanto quanto imponente e inacessível (embora seja apenas impressão, na maioria das vezes). O sentimento de distanciamento vem justamente pelo gosto em querer ser e parecer diferente da maioria, mas não de um jeito casual ou desleixado, mas sim com muita elegância e um senso estético apurado, além de diversas referências de arte, semiótica, história da moda, importância às linhas geométricas mais angulosas, e claro, fortes toques de autenticidade.

Reprodução/ Pinterest

O moderno carrega muito do clássico em si, podemos dizer que sua base é totalmente inspirada na austeridade, sofisticação e sobriedade do estilo tradicional. E mesmo que você não trabalhe na área artística ou da moda, é completamente possível incorporar toques modernos às suas produções cotidianas, sempre adequando as roupas aos ambientes que frequenta e sempre tendo consciência da imagem que deseja passar.

  • Shapes, silhuetas e cores

Formas angulosas, ombros marcados, volumes estruturados, acessórios e complementos  robustos e caimentos rígidos são os shapes mais comuns no guarda-roupas de uma moderna nativa: caso tenha se encontrado no estilo através do exercício proposto na matéria que escrevemos para que você consiga descobri-lo, vai perceber que no momento em que for manter somente as peças que ama, que todas que atendam a essas características são as que mais lhe caem bem e que conseguem transmitir a mensagem que você deseja passar ao mundo.

Reprodução/ Pinterest

Silhuetas propositalmente alteradas de maneira excêntrica são as preferidas das modernas: sabe aqueles looks dramáticos, com transparências, recortes, alto contraste e volumes inflados, além de, na maioria das vezes, apresentar uma forma andrógina, sem cintura marcada ou sem deixar os seios em evidência? São marca registrada de quem curte esse visual completamente cosmopolita.

Altos contrastes, tonalidades intensas e mais escuras são as preferidas das modernas. Os tecidos de caimento mais estruturado e com certa cintilância também são opções atraentes na hora de escolher as peças componentes de um look. Tramas mais luxuosas como os jacquards em blazers, sobretudos e peças mais estruturadas no geral deixam tudo mais interessante e mais dramático, se combinado com motivos florais com relevos dourados ou cintilantes. As cartelas de cores vão desde as mais clássicas como o preto e branco e o preto e bege até os mais inusitados como vermelho e rosa, roxo e amarelo, e assim por diante.

Como sempre frisamos por aqui, os estilos secundários são importantíssimos na hora de definir a cartela de cores preferida: não que isso precise ser uma regra a ser minuciosamente seguida, mas é uma direção para quem está começando a polir o estilo de uma maneira mais profunda. A questão da regra realmente não se aplica, pois estamos em constantes mudanças e aprendizados, além das oscilações de humor que mudam quase todos os dias, e assim como a vida, o nosso estilo também é mutável e vivo.

Leia também: Lições da quarentena: como descobrir seu estilo.

2. Peças-chave

Nada muito fluido faz parte de um closet moderno, a não ser que ele seja mesclado a outro estilo mais despojado, mas os toques principais são mais austeros e impactantes, e são eles que caracterizam o tom dramático tão autêntico do estilo.

Reprodução/ Pinterest

Gostamos sempre de lembrar que as peças-chave aqui podem ser adaptadas de acordo com seu estilo secundário e também ao seu estilo de vida. Não é recomendável sair comprando tudo o que acha necessário, mas ainda não tem tudo de uma vez. Mantenha a calma e siga o passo a passo dos exercícios, busque se conhecer profundamente cada dia mais, e leve todo esse conhecimento para a moda. Faça do seu closet um lugar que conta histórias e que seja uma extensão valiosa do que você é e tem por dentro: compre menos, com consciência e com qualidade; e faça durar o que já tem. Com isso em mente, confira as peças-chave que servirão como um guia tanto de produções quanto de consciência para quando precisar comprar algo que realmente queira e esteja precisando.

PARTES DE CIMA

  • Camisas oversized em tecidos estruturados (em cores neutras e que proporcionem versatilidade, ou em estampas clássicas, ou em cores mais exuberantes, mas sempre respeitando a cartela predominante do estilo);
  • Blusas com detalhes marcantes, como mangas bufantes, decote quadrado, nervuras ou franzidos que proporcionem um volume propositalmente exagerado e exuberante.

PARTES DE BAIXO

  • Calças de alfaiataria;
  • Calças retas de caimento rígido, como pantalonas e pantacourts, que não marcam o corpo e que tenham uma cintura superalta;
  • Saias curtas e retas em couro ou tecidos estruturados;
  • Calças jeans que são tendência no momento, mas sempre em lavagens mais escuras e detalhes diferentes, como cintos do mesmo tecido com fivelas grandes ou cintura bem alta.

PEÇAS ÚNICAS

  • Vestidos longos com estampas de fundo escuro, fendas e parte de cima bem estruturada e com decotes marcantes, como o em V ou com modelagem transpassada (estes modelos podem ser usados de maneiras inusitadas, como sobreposição ou com a calça jeans aparecendo através da fenda, por exemplo);
  • Vestidos de comprimento mini, acima dos joelhos, com saia reta e ombros bem marcados, em tecidos estruturados minimalistas ou com brilho acetinado. De maneira geral, a peça recebe todo o protagonismo na parte dos ombros.

SOBREPOSIÇÕES

  • Blazers bem estruturados e de modelagem oversized;
  • Sobretudo em cor escura e neutra, trazendo imponência aos visuais;
  • Jaqueta de couro;
  • Jaqueta jeans ou de pêlos, sempre com modelagens oversized e volumes mais exagerados para trazer aos visuais o típico toque moderno.
  • Quimonos, sempre pensando em modelos mais diferentes do comum: com bordados coloridos, em tecidos com transparência e aviamentos que trazem textura e volume às peças.

ACESSÓRIOS

  • Maxi brincos, colares, pulseiras e anéis, sempre em cores que tornam-se o ponto focal do visual e designs arrojados e com formas geométricas;
  • Complementos metalizados, como colares de correntes grossas;
  • Cintos diferentes com base clássica;
  • Bolsas arrojadas, sempre bem estruturadas.

CALÇADOS

  • Botas pretas de couro;
  • Mules com bico fino ou quadrado;
  • Sandálias e scarpins contemporâneos e arrojados, com formato quadrado, flare e arquitetônicos em cores como branco, fúcsia, verde e preto;
  • Tênis casuais como o All Star na cor branca, preta ou vermelha.

3. Estilos complementares

Básico – Quando o básico junta-se ao moderno, conseguimos perceber a mistura entre uma base mais neutra e confortável que conta com detalhes e acessórios caracteristicamente modernos, como peças com alto contraste de cores, cintos de couro com fivelas mais robustas, botas modelo biker ou a finalização do look com um salto alto quadrado em cor mais chamativa e uma sobreposição imponente, como um blazer oversized em cor lisa e neutra ou com estampa clássica.

Leia também: Estilo #3: clássico

Clássico – Como já dissemos, o moderno tem o clássico como base, portanto, leve o conceito para a prática: use uma base clássica, como camisas sociais de modelagem ampla, calça pantalona com cintura superalta e use e abuse do contraste preto e branco ou preto e bege para esbanjar elegância e contemporaneidade. Arremate o look com um poderoso maxi colar de correntes na cor dourada e brincos com a mesma pegada, só que um pouco menores. Um cinto de couro com fivela grande e robusta dá todo o charme ao visual, junto com um tênis All Star preto ou branco de cano alto, ou um scarpin clássico, para quem não abre mão da essência sofisticada do estilo clássico.

Reprodução/ Pinterest

Esportivo – Se você é moderna mas também gosta do estilo esportivo, uma das maneiras de expressar traços do estilo secundário é mesclar peças imponentes e dramáticas com itens mais despojados, como blusas com capuz, tênis esportivos e robustos, pontos de cor com tonalidades fluorescentes e jaquetas como o corta-vento em visuais mais elegantes e até mesmo com salto alto, fazendo um hi-lo interessante e super dentro da proposta.

Romântico – Moderno e romântico: uma mistura que pode resultar em visuais diferentes, femininos e imponentes. A dramaticidade do moderno traz um toque mais austero e dá aquela impressão de “distância” e inacessível, enquanto o romântico traz doçura e até mesmo um toque vintage aos visuais. Mescle vestidos fluidos e com estampas florais de fundo escuro com botas mais pesadas como coturnos e sobreposições como jaquetas de couro. Acessórios maxi, mas com materiais delicados como pérolas ou pedras coloridas são a síntese da fusão perfeita entre o feminino e o urbano.

Reprodução/ Pinterest

Sexy – Para deixar os visuais modernos sexys, aposte em peças estruturadas e em cores escuras, como preto, vinho e roxo berinjela. Decotes em V ou peças cavadas nas costas, além de fendas profundas ficam incríveis e dão uma quebrada na seriedade do look. Blazers alongados e oversized usados como vestidos de comprimento míni, um scarpin clássico e uma make poderosa com batom vermelho é o que há de mais representativo na fusão entre os dois estilos.

Criativo – Da mesma forma que com o estilo romântico, mesclar moderno com criativo é tirar a austeridade do protagonismo dramático e incluir sobreposições e acessórios mais fluidos e orgânicos. Mas, diferentemente do estilo mais feminino, as mulheres criativas geralmente gostam de uma cartela de cores mais terrosa e tons mais sujos e apagados, além de mesclar estampas tipicamente urbanas como o xadrez com outras padronagens mais delicadas, como florais com fundos mais claros. Sandálias com toque natural como anabelas com salto de corda ou bolsas de ráfia são itens inusitados que podem ser inseridos até mesmo num visual – nada óbvio – com uma jaqueta de couro, por exemplo.

Reprodução/ Pinterest

Conseguiu identificar o estilo moderno nos exercícios que propusemos na outra postagem? Entre silhuetas, acessórios, comportamentos, cores e estampas, procure sempre pelo que te faz bem e pelo que te deixa mais confortável, não somente no quesito físico, mas no sentido de sentir que está vestindo-se de você mesma, com todos os seus defeitos e qualidades, certezas e incertezas, seguranças e inseguranças

O estilo evolui junto com a vida, justamente por isso ele é fluido e mutável, assim como nós. As “regras” existem para nos guiar, mas após aprender o necessário e sentir que começou a se entender e se autoconhecer, quebre as regras e siga firme no caminho da autenticidade e da expressão na sua forma mais genuína.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *